.

Praise me

Add to Technorati Favorites

Menina Curiosa

____________________________________________________________

Eu sou a Velha Menina. O meu cabelo é uma teia de aranha com gotas de orvalho...

___________________________________________________
Terça-feira, 21 de Agosto de 2007

Os Portugueses e Portugal



 

"Mas o que vem  a ser isso de ser português? O português é um ser comezinho e descontrolado preso à saudade não sabe muito bem de quê. Vive para a sua casinha (a habitação está mais ostensiva), para o seu carrinho bonito e para o desenrascanço laboral sem grande formação ou humildade. O português não gosta de trabalhar, procura envolver tudo e todos de forma a ludibriar quem o rodeia e opta, normalmente, por dar nas vistas; é considerado saudável ter protagonismo.
...Como diz a letra já não sei bem de que música - "no canudo vive a esperança". O problema é que neste país escolhe-se normalmente o canudo errado.  Está na moda ser doutor para não ter que fazer nada."

in Pedro Ruella blog

Eu ainda penso que Portugal é um grande país.
E concordo: o problema são os portugueses, Eça de Queiroz dixit!
Os Lusos de espírito mesquinho e pequenino.
O país de fadistas e doutores.
Pequenino, porque pequenino se faz.


Portugal não cresce porque os portugueses gostam de ser pequeninos.
Gostam do lamento, do choradinho, de serem coitadinhos.

Portugal existe como nação independente há mais de 800 anos.
Quantos países na Europa se podem gabar de igual feito?
Os americanos já teriam criado um estilo cinematográfico só à volta de D.Afonso Henriques, da Princesa Santa Joana, da lenda das Rosas, da batalha de Aljubarrota.
Por cá, não me lembro de um único filme/documentário! (excepção feita para o eterno Prof. Hermano Saraiva, que se conserve por muitos anos, infelizmente não deixa sucessores.)

Portugal é o país que "deu novos mundos ao mundo".
Mas enquanto espanhóis, holandeses e outros cantam louvoures, fazem cerimónias e filmes para lembrar bem...nós tratamos o feito como algo quase irreal...
Portugal sobreviveu a invasões e catástrofes. Onde estão lições/filmes/informação sobre as invasões francesas ou o terremoto? Nos rodapés de alguns jornais.



Portugal é sempre português e qualquer um, que por cá viva a monotonia da mediocridade arrastada entre a televisão e o centro comercial, se for trabalhar para fora, é normalmente um excelente e reconhecido trabalhador. Temos portugueses no MIT, no CERN, portugueses prémios Nobel...
Mas cá, continuamos a dizer..."que isto não se endireita, não saímos do mesmo..." e outras depressões que tal.
O Fado e o fardo de Portugal.

Os portugueses nem reparam que conseguiram montar a Expo 98, organizar o Euro2004 e outras coisas que tais. E ainda conseguimos andar na rua sem guarda-costas.

Os portugueses do futuro já estão a ser educados para a mediocridade.
Os meninos agora devem ser fraquinhos, coitados, pois não se lhes pode ensinar mais do que uma frase por hora.
Os manuais escolares são autênticos tratados de imbecilidade, com muitos bonecos para a criancinha não se estafar a ler.
E os pais, se não fazem os trabalhos de casa com os meninos, são uns desnaturados, que alguém confundiu o acompanhamento da criança com a total dependência dos progenitores para fazerem os T.P.C.


Também tenho filhos.
E penso que os meus filhos não são inferiores em capacidade e inteligência aos filhos dos franceses, belgas, suiços, alemães, croatas, sérvios, etc.

Então, porque vou dar com uma irritada adolescente de 14 anos, bramando contra um livro de Física, porque não explicava nada e os tratava como mentecaptos?
Dizia a minha filha :"Eles pensam que nós somos atrasadinhos? Não podem explicar as coisas agora porquê? Tenho de ter 18 anos para me explicarem o que é uma onda sinusoidal?".

E a garota tinha toda a razão!

O próprio livro se esquivava de uma explicação, por ser muito complexa (!!!), limitando-se a apresentar um boneco e uma frase para saberem, mas que ainda não podiam entender!!!
Abre os olhos Ministério da Educação!


No meu tempo, no 8ºano dava-se isso e muito mais.
A inteligência fugiu da cabeça das criancinhas, ou são os próprios órgão dirigentes a incentivar a mediocridade?

Sério, estou cansada de o português se auto-minimizar.
Deve ser porque assim a vida é mais fácil, os fracassos são sempre por culpa da conjuntura...

Portugal deveria começar por ganhar auto-estima.
E depois ir à luta.
Ser empreendedor.
Reconhecer as falhas e corrigi-las.


Mas enquanto o português sonhar com a lotaria em vez de tentar analisar áreas de investimento, nunca vamos sair disto.
O país do Fado e dos doutores.

Que negra sina ver-me assim
Que sorte e vil degradante
Ai que saudades eu sinto em mim
Do meu viver de estudante

Nesse fugaz tempo de Amor
Que de um rapaz é o melhor
Era um audaz conquistador das raparigas
De capa ao ar cabeça ao léu
Sem me ralar vivia eu
A vadiar e tudo mais eram cantigas

Nenhuma delas me prendeu
Deixa-las eu era canja
Até ao dia que apareceu
Essa traidora de franja

Sempre a tinir sem um tostão
Batina a abrir por um rasgão
Botas a rir num bengalão e ar descarado
A malandrar com outros tais
E a dançar para os arraiais
Para namorar beber, folgar cantar o fado

Recordo agora com saudade
Os calhamaços que eu lia
Os professores da faculdade
E a mesa da anatomia

Invoco em mim recordações
Que não têm fim dessas lições
Frente ao jardim do velho campo de Santana
Aulas que eu dava se eu estudasse
Onde ainda estava nessa classe
A que eu faltava sete dias por semana

O Fado é toda a minha fé
Embala, encanta e inebria
Dá gosto à gente ouvi-lo até
Na radio - telefonia

Quando é cantado e a rigor
Bem afinado e com fulgor
É belo o Fado, ninguém há quem lhe resista
É a canção mais popular, toda a emoção faz-nos vibrar
Eis a razão de ser Doutor e ser Fadista


 

 




música: Fado do Estudante

publicado por A Velha Menina às 02:38

link do post | comentar | favorito
|

2 comentários:
De Alcaide a 6 de Setembro de 2007 às 01:01
Tinha aqui este soneto. Resolvi fazer palavras cruzadas.
Futuro

Viver rumo na vida , com mudança,
sonhando como pode ser maior
este chão, que de antanho, com amor,
nos legaram e obrigam à lembrança.

Que a vida só de teres,sem temperança,
sem cultura, saberes, sem mais valor
só traz a dor ao povo...Nem calor ,
nem a chama ou grandeza de lembrança.

Se aqueles que no mundo e aqui nos mandam,
pensassem nestas gentes, educadas,
em vez de certas forças que nos levam,

negar a fé, o amor, trabalho e enxadas...
Poderes que nos exploram não levantam
futuro, a estas terras tão queimadas.


De A Velha Menina a 6 de Setembro de 2007 às 21:20
Bonito e muito realista, aplicável ao actual estado de coisas...


Comentar post

____________________________________________________________

Eu sou a Velha Menina. O meu cabelo é uma teia de aranha com gotas de orvalho...

___________________________________________________

whoamI

posts recentes

Guernica em 3D

O Efeito-Madrasta parte I...

Aquarela do Brasil

Dá-me o telemóvel já - po...

O Efeito-Madrasta parteII...

Alunos, Professores e pos...

Reis Magos

Meravigliosa creatura

Mozart em tentativas...

Mistérios da gestão dos h...

Saltos Altos

Sonho

Ainda as cheias

E porque hoje é sexta-fei...

O efeito-madrasta parteII

O efeito-madrasta parte I

Ópera Das Märchen de Emma...

A carga da ASAE

A lei do tabaco

Afinal havia outra

Eu nunca tive um Reveillo...

...

Troca de personalidade...

Presente de Natal

Coração partido mata

Em defesa da Língua Portu...

Morra o acordo, morra. Pi...

Quem não gosta de ópera?

Depoimento de Rita Lee

Alea jacta est

Mulheres retratadas em gr...

A prepotência dos médicos...

Desculpem, mas eu gosto d...

Por terras de Sua Magesta...

O TAO que gere Amor/Ódio

O todo e as partes

Mas se a vida continua...

A vingança da papelada

A terrível palavra "JÁ"

Sogra

O dia do teu divórcio

A vogal i quer ir embora

Como aprender a escrever ...

Aprender Geografia

Os Portugueses e Portugal

Os Portugueses e a Cultur...

Ecologia, Produtos Natura...

Insónia

A evolução da sociedade

Se encontrar uma ilha, pa...

arquivos

Junho 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


participar

participe neste blog

favorito

Eu nunca tive um Reveillo...

... minha homenagem, prof...

Obrigado...

E quando acaba a relação?

Mulher Fantástica

Amor, ou Nem por Isso?

Promessas, relíquia, vaid...

Porque não acredito em ps...

medo da solidão

Via Sacra da Hipocrisia

pesquisar

 

Contador on-line

online

Contador Numérico

clasificados
clasificados

It's a small world after all

   

subscrever feeds