.

Praise me

Add to Technorati Favorites

Menina Curiosa

____________________________________________________________

Eu sou a Velha Menina. O meu cabelo é uma teia de aranha com gotas de orvalho...

___________________________________________________
Sábado, 23 de Fevereiro de 2008

Ainda as cheias

Imagem da Internet

x

Escrevo ainda estupefacta com o estado de "des-resposabilização" que continua a grassar neste País.

.

Quis a ironia do destino que, logo no dia seguinte a uma badalada entrevista televisiva, onde um engravatado senhor garantia que "cheias como as retratadas não se verificariam mais", quis esse destino sarcástico que a chuva viesse em quantidades pouco usuais.

.

Os meus adolescentes saíram de manhã cedo para o autocarro que fica uma rua a seguir à nossa porta.

À parte a chuva, parecia uma manhã de má-vontade de segunda-feira normal.

.

Eis que o meu telemóvel toca: "Mãe, vem-nos buscar!"

"Buscar? Ao colégio? Mas que aconteceu?"

"Mãe, não conseguimos chegar ao colégio! Há água por todo o lado!"

Aqui comecei a ficar ansiosa, mas pensei que eram os meus meninos e menina com receio de chuva forte...

"Já telefonámos ao Pai, mas ele diz que tu estás mais perto!"

.

Pobres queridos, o vosso Pai está em doce cama com a vossa nova madrasta. A distância é aumentada pela novidade, ele não vai deixá-la para ir ter com vocês (mas isto não precisam de saber).

.

"Pois, a Mãe vai já. Mas onde estão vocês?"

"A seguir à nossa porta! Não conseguimos voltar para casa! Mãe, vem depressa que a água está a subir!"

.

Entrei em pânico. Isto já não me parecia comodismo adolescente.

Meti o carro na direcção de casa e...nem podia acreditar no que via!

A rua tinha desaparecido.

Os sensores do meu carro, agora barco, apitavam furiosamente. A água lamacenta chegava às portas!!!

.

Imagem da Internet

x

O meu coração de Mãe parecia querer sair do peito. Onde estão os meus Filhos?

Que o carro aguente, que o motor resista, que o peso seja suficiente para não ser arrastado, EU TENHO DE ENCONTRAR OS MEUS FILHOS!

.

Lá os vislumbrei - pasme-se - junto de  uma árvore, numa zona mais alta...e a um quarteirão de casa! A água cercava a luz da minha vida! E ainda estava a subir!

Acelerei sem pensar, mesmo a tempo de escapar de mais uma tampa de esgoto que saltou uns metros, antes de aterrar levantando mais e mais lama.

.

Descobri que tinha guinado e estava a andar em cima do passeio, mas (abençoado carro que comprei numa urgência, porque a maldade do meu ex levou os carros no divórcio - mais uma chantagem em troco da pensão dos filhos, haja Deus!) o meu carro novo deitando fumo do motor lá chegou junto da minha assustada prole.

.

Olha, meu extinto marido, tenho a agradecer-te teres-me tirado os carros. Se fosse algum dos teus favoritos, cheios de visual playboy e de electrónica, nunca teria conseguido passar pela cheia.

.

Imagem da Internet

x

Recolhi os meus meninos e disfarcei o nervosismo.

Afinal a nossa casa era já ali, desde que o carro aguentasse, em breve estaríamos a trocar as roupas encharcadas.

Imagem da Internet

x

Abracei e beijei os meus meninos vezes sem conta. Mais um pouco, e teriam água pela cintura, e podiam ser levados, ou escorregar e bater com a cabeça, ou ...tanta aflição que o meu coração de Mãe parecia explodir.

.

E depois, depois...ouço na televisão uma barbaridade sem fim: a culpa das cheias é das autarquias, a administração do território nada tem a ver com isso!

Ouvi bem?

.

Ai é?

No sítio onde moro, deixou de se ver o céu tal a quantidade de prédios que foram construídos! Um deles, encostado ao meu na zona que me tinham garantido quando viémos para cá, que seria um espaço verde! E de tal forma que nos tapou a luz!

.

Imagem da Internet

xx

Se é certo que as câmaras passam licenças de construção, penso que não o podem fazer contrariando o Plano Director Municipal, logo, se foram licenciados 200 milhões de prédios numa zona onde a densidade habitacional era escassa, foi porque alguém na administração do território definiu que os terrenos eram edificáveis.

Ou estou a ver mal as coisas?

.

O certo é que neste jogo do empurra - sim, eu sei que há autarquias que preferem fontes a limpar as sargetas - mas o facto é que os meus queridos Filhos por pouco não foram vítimas do inimaginável.

.

E  tive eu um ano de obras à porta de casa para refazerem a rede de saneamento???

Tive eu de aguentar uma estrada toda partida, sem poder usar a garagem?

Para quê?

Para agora ver as tampas dos esgotos a fazer piruetas à minha frente?

Para haver uma cheia num sítio que até é alto?

Para ver a integridade física dos meus Filhos ameaçada???

.

E

Imagem da Internet

E aquele senhor político afirma, muito sequinho e sem uma gota de lama no fatito, aquele senhor está em paz porque "a culpa é dos outros"?

E "os outros" indignam-se porque o senhor-político-de-fato-impecável não lhes deu verbas?

E não há lições a tirar da ocorrência? Nem medidas a tomar para que o drama não se repita?

Imagem da Internet

.

E a culpa morre solteira?

.

Imagem da Internet

 

Pois bem, senhores políticos, governo, administração central, autarcas, oposição, rei, papa; caros senhores, se alguma coisa tivesse acontecido aos meus queridos Filhos que sairam de casa para apanhar um autocarro à frente da porta com destino ao colégio, se por algum acaso infeliz eles se magoassem ou (nem quero pensar) ou a fúria das águas os levassem, senhores-políticos-a-culpa-não-é-minha podem ter a certeza que esta Mãe furiosa inundaria os vossos gabinetes, os arrastaria pela gravata até ao sítio onde moro e os faria lamber toda a inundação até que o terreno secasse !!!

 .

 


 

.

 

 




In the mood: Furiosa!
música: The storm - Vanessa Mae

publicado por A Velha Menina às 03:49

link do post | comentar | favorito
|

2 comentários:
De Anónimo a 23 de Fevereiro de 2008 às 21:44
Chiça, que fera!


De A Velha Menina a 25 de Fevereiro de 2008 às 08:40
Pois não! Depois do susto com as minhas crianças ouvir aquele ministro quase sempre invisível dizer o que disse sem pudor...foi demais! Durante a Revolução Francesa guilhotinou-se gente por menos.


Comentar post

____________________________________________________________

Eu sou a Velha Menina. O meu cabelo é uma teia de aranha com gotas de orvalho...

___________________________________________________

whoamI

posts recentes

Guernica em 3D

O Efeito-Madrasta parte I...

Aquarela do Brasil

Dá-me o telemóvel já - po...

O Efeito-Madrasta parteII...

Alunos, Professores e pos...

Reis Magos

Meravigliosa creatura

Mozart em tentativas...

Mistérios da gestão dos h...

Saltos Altos

Sonho

Ainda as cheias

E porque hoje é sexta-fei...

O efeito-madrasta parteII

O efeito-madrasta parte I

Ópera Das Märchen de Emma...

A carga da ASAE

A lei do tabaco

Afinal havia outra

Eu nunca tive um Reveillo...

...

Troca de personalidade...

Presente de Natal

Coração partido mata

Em defesa da Língua Portu...

Morra o acordo, morra. Pi...

Quem não gosta de ópera?

Depoimento de Rita Lee

Alea jacta est

Mulheres retratadas em gr...

A prepotência dos médicos...

Desculpem, mas eu gosto d...

Por terras de Sua Magesta...

O TAO que gere Amor/Ódio

O todo e as partes

Mas se a vida continua...

A vingança da papelada

A terrível palavra "JÁ"

Sogra

O dia do teu divórcio

A vogal i quer ir embora

Como aprender a escrever ...

Aprender Geografia

Os Portugueses e Portugal

Os Portugueses e a Cultur...

Ecologia, Produtos Natura...

Insónia

A evolução da sociedade

Se encontrar uma ilha, pa...

arquivos

Junho 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


participar

participe neste blog

favorito

Eu nunca tive um Reveillo...

... minha homenagem, prof...

Obrigado...

E quando acaba a relação?

Mulher Fantástica

Amor, ou Nem por Isso?

Promessas, relíquia, vaid...

Porque não acredito em ps...

medo da solidão

Via Sacra da Hipocrisia

pesquisar

 

Contador on-line

online

Contador Numérico

clasificados
clasificados

It's a small world after all

   

subscrever feeds