.

Praise me

Add to Technorati Favorites

Menina Curiosa

____________________________________________________________

Eu sou a Velha Menina. O meu cabelo é uma teia de aranha com gotas de orvalho...

___________________________________________________
Sexta-feira, 15 de Fevereiro de 2008

O efeito-madrasta parteII

 
  • Dicionário da Língua Portuguesa: madrasta

  • Definição / Significado - s.f. A mulher com relação aos filhos do anterior matrimônio do marido. / Fig. Mãe pouco carinhosa, que maltrata os filhos. / Qualquer mulher ou qualquer coisa de que provêm dissabores em lugar de carinho: a fortuna lhe foi madrasta. / — Adj. Ingrata, avara, pouco carinhosa: a vida é às vezes madrasta.

Imagem da Internet

.

Mais uma entrada em casa prematura .  

Lá vêm eles, no mutismo adolescente do costume.

 

 

Mas desta vez é diferente.

Desta vez desatam a telefonar a parentes e amigos, tentando desesperados encontrar um sentido para o que os ultrapassa.

 

Imagem da Internet

 

Meus sofridos filhos, ainda não aceitam que a família tal como a conheciam, já não existe.

 

Não aceitam que agora, passaram de sobrinhos e netos a "filhos da ex".

E portanto, não têm lugar.

 

Imagem da Internet

 

Meus pequeninos, a vida é assim.

A família pode ter várias faces, nem sempre as que gostaríamos. Quem vos convenceu que éramos diferentes?

Pronto, aconteceu connosco.

 

Deixei-vos ir à festa em casa da minha ex-sogra-dragão, porque apesar de tudo, é a vossa avó e não devo ser eu a impedir.

Mas o meu coração de Mãe não descansou.

Não vos queria magoados, gostava de os proteger de tudo, mas estão de tal modo carentes do vosso Pai-duas-horas-por-semana, que lá foram numa adolescente e atabalhoada excitação.

 

 

Não podiam prever, minhas ingénuas crianças de expectantes primaveras, o que iriam encontrar: toda a família do vosso Pai-duas-horas-por-semana, a titi-relíquia e a ex-sogra-dragão que se mordem pelas costas em amena cavaqueira, o serviço de catering (o que o meu dinheiro não paga) e a outra, a outra no lugar que eu nunca tive.

 

 

Imagem da Internet

 

 

Olhem meus queridos, eu sei que é coisa de cotas, mas diz o povo que "As primeiras são vassouras, as segundas são senhoras."

Até prova em contrário, é assim que funciona.

 

 

A vossa titi-relíquia, que era presença tão constante e atabafante nas vossas vidas, também ela se divorciou de vós como era de esperar. Vocês tinham-lhe amizade pura, mas ela apenas via em vós mais súbditos para o seu reino. Agora já não lhes interessam, meus amores, ela agora espera que nasçam os filhos do vosso Pai-duas-horas-por-semana e da vossa madrasta.

Vocês deram Amor, mas não podiam ver que não havia retorno.

A vossa Avó ex-sogra-dragão nunca se interessou por vós. Agora também ela aguarda os que vai realmente considerar netos.

Os vossos tios? Sempre foram fantasmas. Penso que já nem os reconheço se os encontrar na rua...

.

Imagem da Internet

.

Meus amores, isto não é o fim do mundo.

Eu sei que é difícil entender na vossa idade, mas continuam a ter família...só que é uma família diferente do que estavam habituados.

.

Imagem da Internet

.

Imagem da Internet.

.

.

Ouvi um chorar pela noite dentro.

Entrei no quarto e, desta vez, não se fez forte, não disfarçou as lágrimas, não escondeu o desgosto...

O vosso Pai-duas-horas-por-semana sempre vos afirmou que não havia ninguém...até ter apanhado o meu cheque (visado).

O vosso Pai era um deus.

Agora é um mentiroso.

.

.

E, cúmulo dos cúmulos, lá estava "a outra" no lugar que era o meu, a receber as prendas que o vosso Pai-duas-horas-por-semana nunca me deu (pagas com o meu dinheiro, claro) e mais viçosa do que eu, perante a expectativa do casamento iminente.

Pertence-lhe agora a coroa..

.

.

 

Imagem da Internet

 

Meus queridos, repito, não é o fim-do-mundo.

É só uma família em formato diferente da que conheciam.

Desculpem a mentira, eu também não acredito, mas é o que tenho de vos dizer.

Agora cheguem-se para lá, que eu também vou chorar.

.

 

Imagem da Internet

 ..

.


 




 


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

música: Cat Stevens - Wild World

publicado por A Velha Menina às 15:31

link do post | comentar | favorito
|

3 comentários:
De Estupefacta a 15 de Fevereiro de 2008 às 19:37
Magnífico texto, lido por alguém que sabe o que isso é, com uma excepção, a minha sogra continua a sê-lo e será sempre.
Não são mentiras, mas a guerra dos filhos não é a nossa, por isso, um dia eles irão perceber a família que têm, quem lhes dá carinho, protecção, segurança.
Um enorme beijinho


De A Velha Menina a 16 de Fevereiro de 2008 às 01:41
Pois é amiga. It's a wild world e os nossos filhos são as vítimas...Eles não sabem, ainda não podem saber. Eles só querem ser amados.
Bjs. e um grande fim-de-semana


De alyne a 14 de Outubro de 2009 às 01:49
olá velha menina, boa noite.
li seu post, vc é uma ótima poetisa sabia? não os achei pessimistas nem depresivos, mas um belissimo desabafo, estou pesquisando na net sobre madrastas, eu sou uma e estou cansada do preconceito que envolve este nome, nem todas as madrastas fazem de sua enteada, uma gata borralheira,nem lhe dão maçã envenenada, minha enteada é minha filha, eu dou minha vida a ela se precisar, não digo todos os dias que a amo, pois ela sabe, estou escrevento isso, para que vc saiba que nem todas as madrastas são más, o que as tornam más não é o nome MADRASTA, mas sim o caratér!!!
um beijão e continue com seus poemas, voltarei para ler mais!!!


Comentar post

____________________________________________________________

Eu sou a Velha Menina. O meu cabelo é uma teia de aranha com gotas de orvalho...

___________________________________________________

whoamI

posts recentes

Guernica em 3D

O Efeito-Madrasta parte I...

Aquarela do Brasil

Dá-me o telemóvel já - po...

O Efeito-Madrasta parteII...

Alunos, Professores e pos...

Reis Magos

Meravigliosa creatura

Mozart em tentativas...

Mistérios da gestão dos h...

Saltos Altos

Sonho

Ainda as cheias

E porque hoje é sexta-fei...

O efeito-madrasta parteII

O efeito-madrasta parte I

Ópera Das Märchen de Emma...

A carga da ASAE

A lei do tabaco

Afinal havia outra

Eu nunca tive um Reveillo...

...

Troca de personalidade...

Presente de Natal

Coração partido mata

Em defesa da Língua Portu...

Morra o acordo, morra. Pi...

Quem não gosta de ópera?

Depoimento de Rita Lee

Alea jacta est

Mulheres retratadas em gr...

A prepotência dos médicos...

Desculpem, mas eu gosto d...

Por terras de Sua Magesta...

O TAO que gere Amor/Ódio

O todo e as partes

Mas se a vida continua...

A vingança da papelada

A terrível palavra "JÁ"

Sogra

O dia do teu divórcio

A vogal i quer ir embora

Como aprender a escrever ...

Aprender Geografia

Os Portugueses e Portugal

Os Portugueses e a Cultur...

Ecologia, Produtos Natura...

Insónia

A evolução da sociedade

Se encontrar uma ilha, pa...

arquivos

Junho 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


participar

participe neste blog

favorito

Eu nunca tive um Reveillo...

... minha homenagem, prof...

Obrigado...

E quando acaba a relação?

Mulher Fantástica

Amor, ou Nem por Isso?

Promessas, relíquia, vaid...

Porque não acredito em ps...

medo da solidão

Via Sacra da Hipocrisia

pesquisar

 

Contador on-line

online

Contador Numérico

clasificados
clasificados

It's a small world after all

   

subscrever feeds