.

Praise me

Add to Technorati Favorites

Menina Curiosa

____________________________________________________________

Eu sou a Velha Menina. O meu cabelo é uma teia de aranha com gotas de orvalho...

___________________________________________________
Terça-feira, 8 de Janeiro de 2008

A lei do tabaco

 

Imagem da Internet

 

É um dos meus (poucos) vícios.

Abandonei por uns anos...e depois, vergonhosamente, retomei.

 

O cigarro companhia, quente, apetecível.

A união perfeita de um café gourmet e de um cigarro de fumo envolvente.

 

Imagem da Internet

Poético.

Mas também causador de doenças, mau cheiro, incómodos.

 

É um vício pior que a droga, apenas é (era) socialmente aceite: não dá "cracks", nem "trips" nem altera comportamentos. As doenças que provoca só são visíveis a médio/longo prazo...portanto não assustam no imediato.

 

Como fumadora, confesso que sempre me espantou o à-vontade com que se fumava em Portugal. Penso que seremos o único país da Europa onde ainda era permitido fumar nos centros comerciais.

 

Nos bares, até a velha Irlanda, paraíso de pubs, há muito que proibiu o fumo e optou por colocar cinzeiros metálicos à porta dos estabelecimentos. E garanto que resulta, mesmo com o severo e chuvoso clima Irlandês os fumadores concentram-se na rua sem fazer uma "panela de pressão" no interior de bares e pubs.

Mas pronto, lá não somos apontados a dedo nem trazemos a letra escarlate: há abrigos e aquecedores de jardim para os pobres tontos, fracos e sem força de vontade que são os fumadores.

Aqui parece que abriu a caça às bruxas!

 

 

Imagem da Internet

Como foi fácil cair em posições extremas.

Dantes fumava-se em todo o lado, contrariando as mais elementares regras de boa-educação.

Até no aeroporto de Lisboa se nota a diferença. O espaço de fumadores é aberto...logo todo o aeroporto tresanda a tabaco.

Nos outros que conheço, o espaço fumador é fechado, logo quem quer fumar sujeita-se a um antro repelente.

 

Já vi fumar em corredores de hospitais e, no meu tempo de universidade, até se podia fumar nas aulas!

 

Sou fumadora "intermitente".

Não quero ser vista como "selvagem", "suicida", ou uma perfeita idiota porque me estou a suicidar a longo prazo.

Mas também não posso aceitar que se incomodem os não-fumantes e por vezes em sítios pouco próprios.

Como em tudo na vida, há que ter bom senso.

Nem eu sou uma criminosa por fumar - portanto só tenho direito a antros mal-cheirosos na companhia dos outros "malfeitores" - nem o meu fumo deve incomodar.

 

Imagem da Internet

.

Tanta hesitação do nosso governo em aplicar uma lei que já vigora há anos por essa Europa fora, como se os criminosos fumadores fossem uma mafia que iria retaliar colocando charutos acesos na cama dos legisladores!

Nem os arreigados e tradicionalistas Irlandeses estiveram anos para efectivar o que é lógico: quem quer fumar que o faça sem incomodar.

E não foi por isso que Temple Bar perdeu clientela...

Imagem da Internet

 

Mas a história não fica por aqui.

Em Portugal o dono do café, bar ou restaurante é que tem de ser polícia de costumes?

Se um brincalhão resolver puxar de um cigarro, o dono do estabelecimento é multado?

Desculpem, mas está a escapar-me qualquer coisinha...

 

 


 




música: Smoke gets in your eyes

publicado por A Velha Menina às 14:04

link do post | comentar | favorito
|

3 comentários:
De Lua de Sol a 8 de Janeiro de 2008 às 16:51
Para se perceber, começo por dizer que sou fumadora. Pois, sou. Fumadora normal, ou seja, nem sou daquelas que fuma dois ou três cigarrinhos por dia nem daquelas que fuma vários maços. No meu último local de trabalho, apesar de na redacção em 9 ou 10 só dois não fumarem, não se fumava na sala. Ou íamos à janela ou a um hall próprio, apenas se abria excepção nos fechos de revista. Portanto... Não é grande novidade, porque isto no meu emprego já se passava há uns 6 anos atrás.
Contudo, tive que vir dar a minha opinião, pois concordo e discordo com várias coisas que aqui foram ditas.
Concordo que...
- o tabaco faz mal à saúde
- que é uma parvoice fumar
- que há que se ter educação e reparar no sítio e por quem se está rodeado
Acrescento ainda que...
- há que investir em campanhas anti-tabaco
- que não incentivar o vício
- que respeitar quem não fuma
Discordo com...
- Na Alemanha fumava-se com muito mais liberdade do que aqui, por exemplo. Quando ia a reuniões governamentais sempre me deparei com um cinzeiro por pessoa dentro da própria sala de reuniões e aqui tinha que fumar o cigarrito antes de entrar! Na vizinha Espanha, está mais que provado que ainda hoje - e apesar de já lá ter sido aplicada a lei mais cedo do que aqui - que existem menos requisitos e que os espanhóis fazem vista grossa... Na Itália, muito tenho ouvido dizer que desde 2005 que não se fuma em lado algum e é falso. A minha mãe costuma lá passar férias e encontra vários cafés com salas para fumadores...Portanto, não vamos dar a entender que somos o país em que mais se fuma porque não é verdade.

Outros pontos interessantes...
Na Irlanda talvez se fume cá fora e as pessoas que não fumam não ataquem verbalmente os fumadores, não sei... Mas aqui, os não fumadores são muito mal educados. Claro que nem todos, mas desde que saiu a lei que até se ouvem coisas como "os fumadores deviam ser crucificados, mortos, banidos...". Não alimentemos mais disparates, porque o tabaco faz mal mas há coisas ainda piores em que ninguém mexe.
Até sou capaz de concordar que não se fume num restaurante, por exemplo... Num hospital, numa escola... Concerteza! Apoio.
Mas sejamos realistas... há locais em que se poderia fazê-lo e que, ainda por cima, são maioritariamente frequentados por fumadores.
Sempre tive o cuidado de quando entro num café não me sentar perto de crianças ou de não fumantes...
E mais... porque têm que ser os antros para fumadores coisas feias? Porquê? Porque não podem ser locais dignos?!
Se vamos por esse caminho proibitivo, então os drogados também não deveriam poder entrar num autocarro, sentar-se num banco de jardim, locais públicos, porque são um foco de doenças contagiosas e perigosas... A curto e médio prazo!
Não matemos ninguém, respeitemos quem não fuma, mas não crucifiquemos os fumadores. Não sejamos hipócritas!!!!!!


De A Velha Menina a 9 de Janeiro de 2008 às 04:43
Querida Lua de Sol, sentes como eu o quase estigma quando acendes um cigarro? A censura nem sempre muda?
Chama-se a isto "virar o bico ao prego", de uma quase tolerância total, passámos ao extremismo.
Hoje "atrevi-me" a acender um cigarro em plena Avenida de Roma, pleno ar livre e eu em plena marcha.
Acreditas que, para além dos agora habituais olhares reprovadores ... houve quem se afastasse??? Ao ar livre, passeios largos e em hora de ponta, com os carrinhos todos a emitir o tal de CO2 ...
Pois é, abriu a caça às bruxas, parece que estão a descarregar em nós as frustrações diárias, inflação , desemprego, rotina e trânsito caótico e todos os males deste cantinho lusitano.

Enfim, o equilíbrio há-de voltar.

Em relação aos outros países, a minha experiência é outra. Nas reuniões em Bruxelas, cigarrito só durante o coffee break ...e na rua.
Em Inglaterra há salas de fumo...mas são um nojo. Estive numa conferência num edifício maravilhoso, muito bem decorado, onde no ar pairava o eterno aroma English Rose. Quando fui à sala de fumo...virei costas e fugi. Era uma sala horrorosa, com sofás rasgados, paredes sujas e ao meio, um cinzeiro king-size a abarrotar de beatas e que não devia ser limpo há décadas tal o mau cheiro que vinha dali...
Em Itália, vale-me normalmente os hotéis terem quartos para fumadores. Numa outra viagem a Veneza, só consegui fumar na rua. E lojas a vender tabaco estavam escondidas sabe-se lá onde, felizmente eu tinha-me abastecido na free-shop .
Áustria, França, Alemanha e até na liberal Holanda encontrei restrições ao tabaco como por cá não havia (já nem falo da radical Irlanda).

Agora por cá, o que já há muito acontecia, principalmente a nível de empresas, era a total proibição de fumar no local de trabalho.
Aí tens toda a razão, é uma prática com muitos anos, principalmente em empresas multi-nacionais.
Talvez por isso me custe a entender tanta hesitação do governo para legislar o que muitos de nós já praticavam.
E essa hesitação transformou-nos a nós fumadores, em criminosos sem direito de defesa. Para nós não há um cantinho confortável, nem lugar sentado, nem ar condicionado...nem respeito!
Estou mesmo a ver os donos dos bares a gastar €€€ em aquecedores de jardim para aquecer os Dezembros e Janeiros. Fuma? É pária, sujeite-se!

Nunca deito beatas no chão.
Nunca fumo em locais fechados.
Se estou no café, escolho a mesa junto à porta para não incomodar ninguém.
Nos restaurantes, faço exactamente como tu: longe de crianças, idosos, grávidas e peço sempre licença a quem esteja por perto.
Será que afinal os fumadores são mais respeitadores que os não-fumantes ?

Só sei que isto está a ter uma dimensão e abordagem extremistas. Assim não!
[Error: Irreparable invalid markup ('<br [...] <a>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

Querida Lua de Sol, sentes como eu o quase estigma quando acendes um cigarro? A censura nem sempre muda? <BR>Chama-se a isto "virar o bico ao prego", de uma quase tolerância total, passámos ao extremismo. <BR>Hoje "atrevi-me" a acender um cigarro em plena Avenida de Roma, pleno ar livre e eu em plena marcha. <BR>Acreditas que, para além dos agora habituais olhares reprovadores ... houve quem se afastasse??? Ao ar livre, passeios largos e em hora de ponta, com os carrinhos todos a emitir o tal de CO2 ... <BR>Pois é, abriu a caça às bruxas, parece que estão a descarregar em nós as frustrações diárias, inflação , desemprego, rotina e trânsito caótico e todos os males deste cantinho lusitano. <BR><BR>Enfim, o equilíbrio há-de voltar. <BR><BR>Em relação aos outros países, a minha experiência é outra. Nas reuniões em Bruxelas, cigarrito só durante o coffee break ...e na rua. <BR>Em Inglaterra há salas de fumo...mas são um nojo. Estive numa conferência num edifício maravilhoso, muito bem decorado, onde no ar pairava o eterno aroma English Rose. Quando fui à sala de fumo...virei costas e fugi. Era uma sala horrorosa, com sofás rasgados, paredes sujas e ao meio, um cinzeiro king-size a abarrotar de beatas e que não devia ser limpo há décadas tal o mau cheiro que vinha dali... <BR>Em Itália, vale-me normalmente os hotéis terem quartos para fumadores. Numa outra viagem a Veneza, só consegui fumar na rua. E lojas a vender tabaco estavam escondidas sabe-se lá onde, felizmente eu tinha-me abastecido na free-shop . <BR>Áustria, França, Alemanha e até na liberal Holanda encontrei restrições ao tabaco como por cá não havia (já nem falo da radical Irlanda). <BR><BR>Agora por cá, o que já há muito acontecia, principalmente a nível de empresas, era a total proibição de fumar no local de trabalho. <BR>Aí tens toda a razão, é uma prática com muitos anos, principalmente em empresas multi-nacionais. <BR>Talvez por isso me custe a entender tanta hesitação do governo para legislar o que muitos de nós já praticavam. <BR>E essa hesitação transformou-nos a nós fumadores, em criminosos sem direito de defesa. Para nós não há um cantinho confortável, nem lugar sentado, nem ar condicionado...nem respeito! <BR>Estou mesmo a ver os donos dos bares a gastar €€€ em aquecedores de jardim para aquecer os Dezembros e Janeiros. Fuma? É pária, sujeite-se! <BR><BR>Nunca deito beatas no chão. <BR>Nunca fumo em locais fechados. <BR>Se estou no café, escolho a mesa junto à porta para não incomodar ninguém. <BR>Nos restaurantes, faço exactamente como tu: longe de crianças, idosos, grávidas e peço sempre licença a quem esteja por perto. <BR>Será que afinal os fumadores são mais respeitadores que os não-fumantes ? <BR><BR>Só sei que isto está a ter uma dimensão e abordagem extremistas. Assim não! <BR><BR class=incorrect name="incorrect" <a>Bjs</A> . <BR><BR class=incorrect name="incorrect" <a>Ps</A> : o teu Tintas e Pincéis andou meio parado, talvez <BR>fruto da ocupação da época. Estás a pintar algum agora? <BR><BR><BR><BR>


De Lua de Sol a 10 de Janeiro de 2008 às 14:29
Pois, eu tive algumas experiências diferentes... Mas concordo com o que disseste. Sinto! Sinto um olhar terrível sobre mim que até a Novembro não sentia! sim, porque em Dezembro já se ouvia muitos não fumadores a regozijarem-se com a chegada do dia 1 de Janeiro.
Se queres saber, a essas pessoas - tão cruéis e desrespeitosas - teria todo o prazer em fumegar-lhes bem para cima!
Sim, acho que os não fumadores são muito menos respeitadores. Acredito que poucos fumadores a quem lhes pediam que não fumassem em determinado local ou ocasião se recusassem a fazê-lo... portanto... Agora já nem lhes chega ficar com os sítios fechados, também querem as ruas e alguns chegam a ser de um extremismo tão ridículo..., a desejarem a nossa morte! Eles é que deviam extinguir-se por serem pessoas tão pouco humanas e estupidez não é vício. Além disso, já estou como o meu amigo Carpe Diem, que escreveu um post bastante interessante sobre o assunto, em que diz que o tabaco não é mercadoria ilícita, que é legal a partir de x idade... portanto... Não bate a bota com a perdigota.
Mas também culpabilizo a classe jornalística - e "contra mim falo" -, que escreveu disparates, passou reportagens com informação duvidosa, gerando ainda maior desinformação. Ainda no dia 1 vi uma reportagem em que diziam que em Portugal abaixo dos 100 metros não se podia fumar, o que é precisamente o contrário... Os espaços abaixo dos 100 metros que desejem ser fumadores apenas têm que preencher os requisitos de extracção de ar/qualidade, que penso ter 3 tópicos, ou seja ainda têm mais liberdade do que os grandes, obrigados segundo as quotas de fumantes a mais umas obras...
E não percebo porque tiveram tal comportamento, uma classe maioritariamente fumadora. Na minha opinião, foi por incompetência dos profissionais que só querem debitar palavras sem se preocuparem em verificar a informação... Enfim... Ajudaram a mais mal entendidos e fanatismos.
A Lei é menos severa do que a realidade.

Pois, quanto ao Tintas... e ao Asas... estiveram em banho maria, porque o meu pc decidiu sofrer de uma maleita 2 semanas! e em alturas festivas as coisas demoram.
Bem, tenho vários estudos feitos para quadros, mas ando a acabar umas ilustrações que comecei... Ah, também tenho uns dois retractos a pastel...O tintas é um blog que tem muita actividade por uns tempos, depois anda mais devagar... Mas a paragem completa, desta vez foi culpa do pc! Postei lá mais umas ilustraçõezitas...

Beijinhos


Comentar post

____________________________________________________________

Eu sou a Velha Menina. O meu cabelo é uma teia de aranha com gotas de orvalho...

___________________________________________________

whoamI

posts recentes

Guernica em 3D

O Efeito-Madrasta parte I...

Aquarela do Brasil

Dá-me o telemóvel já - po...

O Efeito-Madrasta parteII...

Alunos, Professores e pos...

Reis Magos

Meravigliosa creatura

Mozart em tentativas...

Mistérios da gestão dos h...

Saltos Altos

Sonho

Ainda as cheias

E porque hoje é sexta-fei...

O efeito-madrasta parteII

O efeito-madrasta parte I

Ópera Das Märchen de Emma...

A carga da ASAE

A lei do tabaco

Afinal havia outra

Eu nunca tive um Reveillo...

...

Troca de personalidade...

Presente de Natal

Coração partido mata

Em defesa da Língua Portu...

Morra o acordo, morra. Pi...

Quem não gosta de ópera?

Depoimento de Rita Lee

Alea jacta est

Mulheres retratadas em gr...

A prepotência dos médicos...

Desculpem, mas eu gosto d...

Por terras de Sua Magesta...

O TAO que gere Amor/Ódio

O todo e as partes

Mas se a vida continua...

A vingança da papelada

A terrível palavra "JÁ"

Sogra

O dia do teu divórcio

A vogal i quer ir embora

Como aprender a escrever ...

Aprender Geografia

Os Portugueses e Portugal

Os Portugueses e a Cultur...

Ecologia, Produtos Natura...

Insónia

A evolução da sociedade

Se encontrar uma ilha, pa...

arquivos

Junho 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


participar

participe neste blog

favorito

Eu nunca tive um Reveillo...

... minha homenagem, prof...

Obrigado...

E quando acaba a relação?

Mulher Fantástica

Amor, ou Nem por Isso?

Promessas, relíquia, vaid...

Porque não acredito em ps...

medo da solidão

Via Sacra da Hipocrisia

pesquisar

 

Contador on-line

online

Contador Numérico

clasificados
clasificados

It's a small world after all

   

subscrever feeds